Calendário nacional de vacinação é ampliado em 2017

O objetivo dessas mudanças é aumentar a proteção de crianças e adolescentes

Postado em 01/05/2017


As alterações apresentadas pelo Ministério da Saúde no Calendário Nacional de Vacinação da rede pública ampliam o público - alvo para seis doses: tríplice viral, tetra viral, dTpa adulto, HPV, meningocócica C e hepatite A.

O objetivo dessas mudanças é aumentar a proteção de crianças e adolescentes. Entre os adultos, a meta é manter a eliminação do sarampo e rubéola e evitar novas contaminações de caxumba e coqueluche.

As vacinas alteradas:
HEPATITE A - disponibilizada para crianças até 5 anos, antes, a idade máxima era 2 anos.

TETRA VIRAL (sarampo, caxumba, rubéola, varicela) - para crianças, há amplificação da oferta da dose, passa a ser administrada de 15 meses até 4 anos. Antes, a aplicação era feita entre 15 meses e menores de 2 anos.

HPV - ofertada para meninos e homens que vivem com HIV e Aids entre 9 e 26 anos, e para imunodeprimidos, como transplantados e pacientes oncológicos.

MENINGOCÓCICA C - disponibilizada para adolescentes de 12 e 13 anos.

DTPA ADULTO (difteria, tétano e coqueluche) - recomendada a gestantes a partir da 20 semana.

TRÍPLICE VIRAL (sarampo, caxumba e rubéola) - segunda dose da vacina introduzida para a população de 12 meses a 29 anos. Antes, era até 19 anos. Para adultos, 30 a 49 anos, indicação de apenas uma dose.

Deixe seu comentário
Categorias: Dicas de saúde;

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!
0 comentários